sexta-feira, 11 de maio de 2012















LUZ NAS TREVAS  2011 - BRASIL - Ficção
Direção: Helena Ignez e Icaro Martins
Duração: 83min


Foi preciso uma senhora dama para chacoalhar o cinema nacional nos dias de hoje.  
Ninguém menos que Helena Ignez (http://pt.wikipedia.org/wiki/Helena_Ignez) e Icaro Martins (http://www.imdb.com/name/nm0554139/), dão um chute na bunda do cinema nacional atual!
Cinema bundinha com maioria de novos diretores, publigerados comprometidos, clichês adictos, com relativo dinheiro e imbecilidade cultural, vide: 2 Coelhos, O Magnata, num rápido exemplo.

Luz nas Trevas, a sombra (e luz) de Sganzerla, sopra um pouco de alento e esperança ao cinema nacional independente.  Com participações de grandes atores e figuras do cinema marginal paulista, traz uma boa lembrança da  força cinematográfica bruta do original. O Bandido da Luz Vermelha, 1968, um marco no cinema nacional, mundialmente famoso e ovacionado por todo grande cineasta que se preze.  Mantém a linha primorosa da montagem primeira de Silvio Reinoldi, o montador honra (ou salva) a camisa de uma nova geração, com talento e exceção. 
Ótimo trabalho de som, fotografia, como que debocham das caríssimas produções medíocres, com perfeição marginal.
Imperdível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário